Açúcar

O doce sabor do açúcar! Para alguns, entrar neste assunto pode ter o efeito contrário: do amargo.

É preciso antes de tudo quebrar esta percepção e desconstruir a relação “afetiva”, sobretudo, com o açúcar branco refinado.

Mas, afinal, há opções?

Sim! Seguindo a máxima “moderação sempre”, para auxiliar vocês neste processo de ressignificação alimentar as recomendo:

Inclua
– Açúcar de Coco
– Mascavo
– Demerara
– Stevia

Exclua
– Açúcar branco refinado
– Adoçantes

Por que incluir???

1. Mascavo mantem a maioria das vitaminas e minerais da cana. Inclusive, a quantidade de nutrientes é maior conforme ele for mais escuro.

2. Demerara é rico em vitamina B1, B2, B6, cálcio, magnésio, cobre, fósforo e potássio, mantém seu valor nutricional praticamente intacto, uma vez que não carrega aditivos químicos, igual ao açúcar branco refinado. Embora seja rico em nutrientes, é um produto que engorda, pois carrega mais de 300 calorias a cada 100 gramas.

3. Açúcar de coco é produzido de maneira rústica e sem adição de químicos.

4. Stevia é um dos adoçantes naturais mais utilizados por quem está de dieta, exatamente por não possuir calorias e manter o sabor doce.

Por que suprimir?

O açúcar refinado pode ter um impacto no cérebro, semelhante ao de uma droga, como a cocaína, por seu potencial viciante e estimulante. Seu consumo é considerado fator de risco para problemas cardiovasculares, obesidade e diabetes, uma vez que ele é um produto altamente calórico e sem nenhum valor nutricional. Ele é digerido instantaneamente pelo organismo e os níveis glicêmicos se elevam rapidamente, o que pode ser perigoso por conta do depósito de gordura nas células.

Um dos efeitos nocivos da subida rápida e exagerada da glicose sanguínea é o aumento da secreção de insulina pelas células do pâncreas. Esse hormônio é responsável por jogar a glicose para o interior das células, onde ela será metabolizada para se transformar em energia. Insulina em excesso pode baixar as taxas de glicemia rápido demais, o que abre o apetite e faz com que a pessoa coma novamente. Um ciclo. Além disso, há o risco do desenvolvimento de uma condição chamada resistência à insulina, que pode levar ao diabetes.

Já no caso dos adoçantes, grande parte são artificiais.

A sucralose, obtido por meio de um processo que altera a estrutura molecular do açúcar, obtendo um produto sintético excepcionalmente estável e aproximadamente 600 vezes mais doce que o açúcar. Esta estabilidade torna a sucralose uma substância “não metabolizável” pelo organismo, pois ela não fornece nutrientes e também não afeta o índice glicêmico.

Já o aspartame, apesar de haver pequenos grupos defensores dessa substância, considero nocivo para a saúde. O argumento que esses grupos usam para defende-lo é que desde que ele seja usado em doses adequadas, ele é seguro. Caso não, pode causar problemas. E é aí que está o impasse: como conseguimos calcular de forma exata essa dose, sendo 40mg por kg de peso, aproximadamente? Apesar de existir uma campanha muito forte contra o aspartame, ele ainda está presente em vários dos nossos alimentos, como no chiclete, refrigerante, biscoitos.

 

Bora tentar???

Sal e temperos

Quem disse que para a alimentação ser saudável a comida é insossa, sem graça? É possível sim sabor e qualidade nutricional caminharem juntos quando o assunto é temperar a comida!

Para começar a experimentar novas sensações e modificar seu paladar procure fazer substituições na hora de preparar as refeições.

Inclua
– Sal Marinho
– Sal Rosa
– Temperos e Ervas (caseiros e naturais)

Exclua
– Sal branco refinado
– Temperos prontos em cubos
– (outros condimentos industrializados)

Passamos muito tempo com o paladar acostumado ao salgado proveniente de temperos prontos em cubos e do sal branco refinado. Então, é preciso compreender que há um processo de readequação de nossa percepção em relação ao ato de “salgar a comida”.

O sal em si, quando não refinado, merece prestígio e valor, pois é repleto de nutrientes. Como alternativas ao sal refinado, há o sal marinho, o sal rosa que podem ser excelentes opções, sem excesso.

Mas, qual a questão com o sal refinado?

À partir do momento que ele vira cloreto de sódio no processo de refino, deixou de ser sal. Esse tipo de “sal” que a indústria alimentícia nos fez acreditar por muito tempo – o famoso sal de cozinha/industrial – não nutre, ele apenas salga. Ele é “enriquecido” com aditivos químicos, e para evitar a liquefação e a formação de pedras, ele recebe oxido de cálcio (cal de parede) que favorece também o aparecimento de pedras nos rins e na vesícula biliar devido à sua origem não natural. Além disso, pode contribuir para entupir artérias. O resultado de seu consumo pode ser hipertensão, problemas renais, arritmia e infarto.

Há ainda os temperos prontos, que além de não acrescentam em nada em termos nutricionais, ainda contem uma abusiva quantidade de substâncias químicas, que podem ser nocivas como glutamato monossódico, aromatizantes, corantes e etc. Fora o sódio em excesso, pode levar o organismo a reter líquidos comprometendo a eliminação de toxinas, disfunção renal, alteração na absorção de nutrientes, dor de cabeça e alteração da pressão arterial (aumento).

Como alternativa, procure utilizar ervas e temperos naturais. As ervas são folhas como orégano, salva, alecrim, salvia, manjericão. Os temperos podem ser utilizados com base em sementes, frutas, flores, raízes, e mesmo as ervas. Exemplo: curry, pimenta.

Inclusive, vale tentar cultivar uma horta em casa. Os benefícios de ter uma horta de temperos e ervas em casa vão desde o acesso a um alimento saudável e orgânico, livre de conservantes e outros produtos utilizados pela indústria alimentícia, até um meio de controlar o estresse, por meio do contato com a terra, ainda mais para quem mora em áreas urbanas e apartamentos..

Eu estou tentando começar uma aqui em casa!

Recomendo que experimentem! )

BEBIDAS

Ingerir líquido é essencial para o bom funcionamento de nosso organismo. A água é o número 1 deles, isso é indiscutível.

O desafio consiste na escolha das demais opções. A vasta oferta que há das mais diversas bebidas industrializadas oferecidas no mercado aliada à praticidade que determinados produtos se propõem levaram as pessoas a se tornarem consumidores ávidos de refrigerantes, de sucos decaixinha, de néctares, do leite e tantas outras propostas que há por ai.

Inclua:
– Água
– Água de coco
– Sucos orgânicos, naturais
– Leite de amêndoas e/ou de coco
– Chás (não de caixinhas)

Exclua
– Refrigerantes
– Sucos de caixinha
– Leite

Estas são excelentes opções para saciar a sede e hidratar o organismo sem se render aos industrializados. O seu organismo agradecerá!

Mas o que pode haver de mal na ingestão destas bebidas que justificam a experiência de excluí-las por um período de no mínimo 30 dias?

Os refrigerantes, seja nas versões normal, Diet, Light ou Zero, além de conterem quantidades absurdas de açúcar tem o pH extremamente ácido, algo em torno de 2,2, e para retornar ao equilíbrio corporal do PH, são necessários 30 copos de água alcalina! Além disso, contem corante, conservante e outros subterfúgios para se tornar palatável e nos “reter” fiel a eles.

Da mesma forma sucos/néctares de caixinha também contém grandes quantidades de açúcar e produtos químicos para realçar sabor, cor e preservar por longos períodos o produto. Os néctares, por exemplo, têm 10% de frutas em sua composição. Já os pós para refrescos têm cerca de 1% ou até menos! Ou seja, a quantidade de fruta é insignificante e o valor nutricional nulo!

Em lugar dos embalados, prefira o suco da fruta coado, feito em casa. Mas entenda: deve se tomar com moderação. Num único copo de suco de laranja, por ex., são 6 laranjas! Isso é um excesso no consumo de frutose. A fruta é uma guloseima, uma sobremesa, preparada pela natureza. Prefira comer em lugar de beber.

Sobre o leite, com a proposta de exclusão, observem como o corpo se comporta no período. Considero esta a bebida (e seus derivados) como uma das mais, digamos, “desafiantes” de suprimir da rotina entre seus adeptos. A ideia e experimentar e observar se há redução desconfortos, tais como sensação de inchaço, flatulência, dores abdominais entre outros.

E não se esqueçam, toda segunda-feira terá um post novo sobre esse assunto!
Beijos e deixem a experiência de vocês aqui!

Acne e alimentação

A acne é uma dermatose inflamatória e as manifestações desta “doença” aparecem no formato de cravos e espinhas e ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilossebáceo (associação do pelo, folículo piloso, e da glândula sebácea que é responsável pela produção do sebo). O aparecimento de cravos pretos ou brancos favorece a proliferação de microorganismos que provocam a inflamação característica das espinhas.

‪No processo de prevenção e combate à acne, tenha em mente que a atenção a alimentação é fundamental. É muito comum as pessoas utilizarem medicamentos sem observarem que o que comem tem impacto na saúde da pele.

É preciso tratar sim as causas: “Que seu alimento seja sua medicina” – como bem declarou Hipócrates, o pai da Medicina.

O uso de anticoncepcionais não é indicado, pelos riscos que conversamos ontem aqui. Também não é recomendado lançar mão de fármacos à base de metilformina se não tiver necessidade. Busque mudanças no seu estilo de vida, a começar pelo alimentar, para não depender de terapêuticas medicamentosas.

‪Excluir comidas pró-inflamatórias, tais como açúcar e farinha refinados, leite. Eles tendem a acidificar o sangue, então essa é uma medida importante para a manutenção e restauração da saúde da pele e do organismo.

‪Há estudos que comprovam que a ação de uma substância encontrada em alimentos como leite, denominada “di-hidrotestosterona” (um produto da testosterona) favorece o surgimento de acnes.

‪Portanto, para os indivíduos que sofrem de acne, excluir o leite e seus derivados da sua rotina alimentar pode auxiliar no tratamento. A lista inclui queijo, manteiga, sorvete, ricota e todas as formas de leite e proteína de soro de leite, inclusive os suplementos.

‪Alimentos ricos em glicose, como chocolate, também favorecem as infecções, ou seja, quando o organismo se depara com picos de açúcar, ele rapidamente coloca a insulina em ação para controlar as alterações, e quando há desregulação hormonal, aparece a acne.

‪Procure transformar a saúde do organismo com uma alimentação que seja mais natural possível! Você verá a diferença!

Instestino: o segundo cérebro!

 

Quem nunca sentiu um “nó no estômago” por estar ansioso ou teve “borboletas no estômago” ao ver a pessoa amada? Não é apenas uma metáfora. Sinais como esses mostram que existe uma relação importante entre o cérebro e o sistema digestivo.

Quem não cuida do sistema digestivo estará mais propenso a estresse, irritação, depressão, cansaço, ganho de peso. Enfim, é uma pessoa menos saudável!

O chamado “segundo cérebro” encontra-se no do sistema digestivo, sendo formado pelo sistema nervoso entérico. Ele é formado por milhões de neurônios localizados na parede do tubo digestivo, sendo responsável por cerca de 95% da produção e concentração de serotonina, o hormônio do bem-estar. A melatonina, que age durante o sono, é outro hormônio produzido pelas células intestinais.

A ligação direta entre o “cérebro da cabeça” e o “cérebro do intestino” é real e se faz por meio dos neurotransmissores, como a serotonina, e por estímulos nervosos, via nervo vago. Isso explica por que sentimos tanto incômodo devido a problemas digestivos. A palavra “enfezado”, por exemplo, é bastante representativa da impaciência que sentimos quando estamos com o intestino preso. “A flora intestinal, isto é, os micro-organismos presentes no nosso intestino, também têm ligação direta com nosso cérebro.

Situações de síndrome do intestino irritável e doenças inflamatórias intestinais também estão ligadas ao tipo de bactéria presente nos intestinos. A síndrome do cansaço crônico também parece ter relação direta com a composição da flora intestinal, de acordo com alguns estudos. Muitas pessoas que passam por cirurgias para redução de peso, como a cirurgia bariátrica, podem sofrer de sintomas digestivos cronicamente relacionados à mudança na flora intestinal.

Os indivíduos com desordens intestinais padecem de mais estresse, ansiedade e depressão. Como resultado desse desequilíbrio no humor, muitos acabam comendo mais e preferindo alimentos gordurosos e açucarados, para sentirem aquela sensação de prazer após um chocolate, por exemplo. Isso acaba se refletindo no peso, que aumenta constantemente, acumulando-se principalmente na região da cintura.

A fórmula para possuir corpo saudável e mente sã é lembrar-se dos cuidados com o cérebro intestinal, fornecendo bons combustíveis para seu funcionamento. Uma alimentação composta por frutas, legumes, cereais integrais e muita fibra é essencial no processo – sempre evitando alimentos açucarados, frituras, produtos refinados e industrializados, repletos de conservantes, corantes e outros compostos químicos que confundem os neurotransmissores. Aliar exercícios físicos à boa alimentação é a combinação perfeita para o pleno funcionamento do intestino, pois são os músculos que ativam nosso metabolismo.

A mastigação é essencial no processo de emagrecimento e no tratamento de desordens digestivas. Quem mastiga mal, digere pior os alimentos, tem pior flora intestinal, além de sofrer mais com sintomas como azia e refluxo. Comer mais rápido e em maior quantidade significa, também, ganho de peso.

Focar apenas no tipo dos alimentos ingeridos não é suficiente. É preciso enfatizar a importância da mastigação correta para ter um sistema digestivo mais saudável. Levar no mínimo 20 minutos para comer é o indicado, para que sejam produzidos os hormônios da saciedade.

Vale lembrar que o estômago não possui dentes: sendo assim, engolir o alimento mal mastigado traz sintomas desagradáveis após as refeições.

Beijos.

Já bebeu água hoje??

Eu sei que vocês já estão cansadas, mas nunca é demais para se falar: A santa importância de beber água. Já bebeu água hoje?

É chato beber água quando não se tem sede, ainda mais quando nem está calor e estamos fresquinhas com o ar condicionado ligado e ocupada. Difícil lembrar de tomar mais de 2 litros de água por dia.

Pensa pra mim,  que uso suplementos alimentares e para não dar uma sobrecarregada tenho que tomar 3 litros no mínimo!!!

Uma hidratação regular pode aumentar a sua produtividade e até mesmo a aparência da pele, e a falta dela afeta a sua saúde isso serve pra mim e disposição física caso não tome a quantidade correta.

Eu já tenho o costume de sempre estar munida de uma garrafa de 1,5l nas mão, na bolsa, no carro. Sempre tem, o problema é lembrar de esvaziar.

Mas até para isso podemos usar a tecnologia a nosso favor. Existem aplicativos no smartphone que te ajudam a cumprir sua meta de quantidade de água ingerida ao longo do dia. Basta você programar a quantidade necessária diária (é bom consultar um especialista para saber porque cada um necessita de uma quantidade diferente), e o aplicativo lhe envia notificações junto a um alarme para te lembrar de beber. Quer facilidade maior que essa? É praticamente uma babá eletrônica, que só falta te dar um copo de água na mão. Listei os dois melhores na minha opinião.

Beba Água – Oficial

Este aplicativo calcula e sugere a quantidade de água que você deve tomar ou você mesmo pode estabelecer a sua meta diária, e também conta com lembretes texto, som e configuração de intervalo. Além disso, este aplicativo faz parte do Projeto Beba Água e da campanha Doe Água, que tem como um dos objetivos levar água potável para comunidades carentes. Bem fácil de usar, gostei.

Hydro Beba Água

Este aplicativo é o mais popular – mais de meio milhão de downloads – é gringo mas tem versão em português. Tem todas as funcionalidades do outro e inclui gráficos mensais, semanais e estatísticas. Achei o mais completo e mais intuitivo. É o que estou usando.

Se você também tem dificuldade para se hidratar, peça ajuda à tecnologia. Ela está sempre aí pra facilitar nossa vida. E lembre-se sempre… Beba água!!

Beijos.

 

13 (treze) Alimentos que Pioram a Celulite!

Desde cremes a massagens em clínicas, passando por vários suplementos que ajudam a melhorar o aspeto desta inestética condição, todas estas medidas revelam um aspeto comum: são mais eficientes quando retiramos do nosso plano alimentar certos alimentos que pioram o aspeto “casca de laranja”. Vejamos alguns:

01 e 02. Carnes processadas e queijos

Alimentos contendo um alto teor de sódio como produtos de charcutaria e queijos, fazem reter mais água no seu corpo, e esse efeito piora o aspeto da pele.

03. Sopa embalada

Novamente o teor de sal (cloreto de sódio) fazendo das suas….

04 e 05.  Bebidas açucaradas e refrigerantes

Você reparou que a celulite piorou com o passar dos anos? Pois, é normal…a produção natural de colágeno diminui com o passar dos tempos. No entanto, existe uma medida que pode ajudar a reduzir esse efeito: evitar as bebidas açucaradas como sumos processados, bebidas energéticas e refrigerantes. O açúcar contido nestas bebidas contribui para atrasar o processo de regeneração do colágeno, uma proteína muito importante para a sustentação da pele.

06.  Molho de barbecue

Quando você acrescenta molho de barbecue ao seu sanduíche, está acrescentando sal, mas também grandes quantidades de açúcar dissimulado, sendo a maior parte proveniente do xarope de milho rico em frutose ( high fructose corn syrup), um aditivo que aumenta o apetite.

Não só podem ganhar aumento de peso devido ao açúcar e posteriormente o aparecimento da celulite, como também provocar picos nos níveis de açúcar no sangue, fazendo com que o corpo libere o hormônio insulina. Se os níveis de glicose forem altos, a insulina estimula o seu armazenamento em tecido adiposo.

07.  Queijo cottage

Qual a relação entre o queijo cottage que compra no supermercado e a celulite no seu bumbum? Sódio. Mesmo que este queijo não pareça salgado, pode conter cerca de 700mg desse mineral, mais do que um terço do que você deve consumir num só dia.

08. Bolinhos industrializados em porções individuais

Comer um bolinho é melhor do que comer um bolo inteiro, mas surpreendentemente os bolos individuais podem conter até 42 gramas de açúcar.

Sugestão: Opte por barrinhas de proteína, lanchinhos saborosos e com baixos teores de açúcares.

09 e 10. Margarina e manteiga

A presença de gorduras trans nesse tipo de alimentos, além de promover a elevação do colesterol ruim, pode levar a fenômenos inflamatórios. Não só é perigoso para o seu coração, como também pode causar o enfraquecimento dos tecidos. A perigosa gordura sintética pode estar presente na margarina de baixas calorias e manteiga para barrar.

11. Molho de soja

Já reparou que a sua barriga parece mais inchada depois de comer uma refeição como sushi coberto de molho de soja? Isso acontece porque o seu corpo retém água depois de uma refeição cheia de sódio. Além de tornar sua calça jeans mais apertado, pode também reduzir o fluxo de sangue e tornar a celulite mais visível.

12. Pão branco

Para se livrar da celulite, abra mão de alimentos feitos com farinha branca como o pão branco. Você nunca pensou no pão branco como um doce a evitar, mas o seu corpo converte carboidratos refinados em açúcares promovendo a danificação da estrutura do colágeno, e fazendo a celulite parecer muito pior do que realmente é.

13. Pizza

Além da genética, existem outros aspetos que podem causar celulite. Um dos mais comuns: baixo fluxo sanguíneo. Uma dieta rica em gorduras pouco saudáveis, pode diminuir o fluxo de oxigênio e a circulação sanguínea. Como resultado, os tecidos conjuntivos enfraquecem e a ondulação na pele fica mais visível. Pizza e queijo gordo são algumas das maiores fontes alimentares de gordura saturada.

Como você pode verificar, evitar o consumo de alguns alimentos pode ajudar a tornar a sua pele mais bonita e saudável! E se pensarmos bem, existem tantas alternativas que não é difícil fazer estas pequenas alterações. Pensem nisso!

Beijos.

10 (dez) Formas de Acelerar o Metabolismo e Emagrecer!

Quando procuramos emagrecer, uma grande ajuda para atingir resultados é ser uma pessoa ativa e ter um metabolismo acelerado.

E quais as vantagens disso? Com um metabolismo acelerado, mesmo quando estamos paradas, como por exemplo vendo um filme no sofá, o nosso corpo vai continuar trabalhando arduamente para queimar calorias. Por isso é que quando o metabolismo é lento há uma maior dificuldade em emagrecer.

As boas noticias são que há a possibilidade de você incorporar alguns hábitos simples na sua rotina que vão ajudar você a acelerar o metabolismo e a tornar-se uma pessoa mais ativa, contribuindo para o seu emagrecimento.

Veja de seguida 10 dicas simples de como o conseguir ao longo do seu dia.

01. De manhã começa o dia!

Não salte o café-da-manhã, considerado por muitos a mais importante refeição do dia! Logo quando acorda, tenha a certeza de que você come no máximo dentro de 1 hora. E porquê? O seu metabolismo entra em modo de descanso durante a noite, e a primeira refeição do dia vai reativá-lo para o dia.

02. Estacione longe do seu local de trabalho.

Andar um pouquinho todos os dias pode soar irrelevante, mas pode vir a fazer a diferença no seu processo de emagrecimento! Ao provocar um aumento da frequência cardíaca você estará a causar uma aceleração geral do metabolismo.

E de seguida… porque não evitar o elevador e usar as escadas?

03. Vá tomar um café.

Vários estudos indicam que a cafeína é um ingrediente que estimula a aceleração do metabolismo, contribuindo para o aumento da produção de energia e promovendo a queima das reservas de gordura. Um café pela manhã não só vai ajudar você a acordar, como a queimar calorias. Não gosta de café? Experimente um suplemento de cafeína!

04. Mexa essas pernas!

Se o seu trabalho exige estar sentada em frente a um computador numa secretária, saia da cadeira e se mexa a cada oportunidade que você tiver! Em vez de enviar um email ao seu colega, porque não levantar-se e ir falar diretamente com ele?

05. Chegou a hora de almoço. O que comer nas refeições?

Faça escolhas acertadas e equilibradas às refeições, que lhe proporcionem energia ao longo do dia. Um bom exemplo será um sandwich integral com peito de peru e vegetais, que oferece um bom equilíbrio entre proteína e carboidratos. Existem também determinados alimentos que você pode incorporar na dieta que ajudam a acelerar o metabolismo, devido aos seus efeitos termogênicos. Exemplos são o chá verde, canela, pimenta, gengibre, alimentos picantes, alimentos com ômega-3, como salmão e frutos secos, entre outros.

06. Você está com sede? Beba água fria!

Ao optar por beber água fria ao invés de natural, o seu corpo vai trabalhar mais para regular a sua temperatura, e por isso, irá provocar uma aceleração no metabolismo e potenciar uma maior queima de gordura.

07. Qual o tipo de treino mais eficaz?

Em vez de treinos de cardio longos, porque não optar por treinos mais curtos, mas intensos? O treino intervalado de alta intensidade (HIIT) vai acelerar o metabolismo, provocando uma maior queima de calorias, enquanto preserva a sua massa muscular.

Exemplo que você pode incorporar no seu treino: Se está numa máquina do género esteira, elíptico ou bicicleta, pode acelerar com intensidade por 30 segundos, e abrandar de seguida por 15 segundos, repetindo entre 10 a 15 vezes.

08. Suplementos que vão ajudar.

Já considerou tomar um suplemento de proteína após o treino? A absorção de proteína depois dos exercícios leva a uma melhor recuperação e maiores ganhos musculares.

Além do mais, alimentos com proteínas gastam mais energia, pois o nosso corpo tem mais dificuldade em digeri-los em comparação com gorduras e carboidratos.

E então os suplementos termogênicos? Estes atuam em sinergia para aumentar o metabolismo basal do organismo, promovem um maior gasto de calorias e facilitam o processo de emagrecimento.

Combinar os dois pode ser uma aposta vencedora!

09. O momento de relaxar…

Saber relaxar é quase tão importante como ser ativa. E você sabe porquê? Quando andamos muito estressadas o nosso corpo liberta cortisol, e demasiado cortisol acaba desacelerando o nosso metabolismo. Então, é importante que você aprenda a evitar o estresse no seu dia a dia.

10. Uma boa noite de sono!

Dormir bem e o suficiente é a chave para acelerar o metabolismo. De forma a restaurar e recuperar todas as suas energias para um bom funcionamento do organismo, é essencial que você tenha uma noite de sono de qualidade. Tente dormir entre 7 a 8 horas por noite.

Beijos.

7 (sete) Primeiros Passos da Felicidade!

Tenho muitos pacientes que me relatam que, em muitos momentos, ficam muito desanimados em dar continuidade ao seu projeto de emagrecimento.

Então, resolvi  escrever para todos aqueles que se encontram neste momento em um ousado e promissor projeto de vida.

 

Todos sabemos que não é das tarefas mais fáceis seguir um plano de reeducação alimentar mas também, não é das mais terríveis e temíveis.

A proposta é alcançar um objetivo. Sendo assim, eis aqui 7 ingredientes para se chegar lá:

1. Abandone por completo o sentimento de auto-piedade

Deixe a peninha de lado. Se você decidiu, está decidido. Não faça comparações entre você e uma outra pessoa qualquer. Você é único, portanto seu organismo não é igual ao de outro alguém. Suas necessidades e prioridades são apenas suas.

2. Não encare este momento como um castigo

Geralmente, toda dieta, por ter suas restrições alimentares, é encarada como uma punição. Encare este período como uma fase de “limpeza” orgânica. Portanto, alguns alimentos não serão bem vindos.

3. Acredite que é um período, uma fase

Todo e qualquer projeto tem um início, um meio e um fim, não é eterno. Nada é eterno, desde que se tenha programado.

4. Estabeleça metas

Para que consiga chegar ao objetivo, estabeleça algumas metas quanto aos quilos a serem eliminados durante a semana. Pese-se uma vez por semana e repita para si o quanto gostaria de estar pesando na próxima semana. Seja fiel aos seus propósitos e vá atrás dos seus limites. Desafie-se.

5. Assuma um compromisso com você

A partir do momento em que decidiu pelo emagrecimento, você está assumindo um compromisso e não uma promessa. O vencedor assume compromissos, o perdedor faz promessas.

6. Vibre com as conquistas

Por menor que seja como, por exemplo, resistir a um doce, uma colherada a mais, um pequeno gole. A sensação de vitória é inegável. Você será invadido por uma incrível sensação de prazer.

7. Acredite em você

Seja capaz de tudo, acredite no que quer e, principalmente, em você. Creia na capacidade de realização e plenitude que você próprio pode se oferecer.

Beijos.

Dieta detox: Limpe seu Organismo!

Nada melhor que começar a dieta com o organismo limpinho. Que tal desintoxicá-lo agora?

Muitas pessoas são adeptas à dieta detox e outras tem medo de começar, achando radical demais ou, chegando ao extremo, que poderiam passar fome. Para entender um pouco mais a respeito desse assunto que virou moda (e moda saudável), resolvi falar sobre o assunto! Mesmo pq acho super válido para quem está começando o #ProjetoVeraoDeBiquini.

O que é dieta detox?

Primeiramente vamos entender o que é a dieta detox.

Alguns hábitos colaboram para o aumento de toxinas no organismo, como bebida alcoólica, estresse, cigarro, poluição, excesso de sol, alimentação rica em gordura, açúcar, sal, corantes, conservantes e agrotóxicos.

O fígado, principal órgão responsável pela eliminação das toxinas, acaba precisando de uma ajudinha extra para eliminar tanto excesso. O detox é um aliado ideal para ajudar a expulsar essas substâncias nocivas, pois os seus componentes são ricos em antioxidantes. O resultado é percebido na pele, nas unhas e no cabelo, que voltam a ter mais brilho, maciez e força.

O objetivo principal da dieta detox não é fazer com que você perca um absurdo de peso, mas sim preparar o nosso corpo para começarmos uma dieta e também desinchar o corpo após um exagero, o famoso ‘pé na jaca’. Até mesmo porque, perdendo muito peso em pouco tempo, perderá água e não gordura.

No período da desintoxicação é recomendado que faça a retirada de qualquer alimento que contenha glúten ou lactose, pelo menos durante o processo que dura de três a sete dias. Após o processo, introduzí-los novamente.

Alimentos recomendados durante o detox:

  • frutas
  • verduras
  • legumes
  • castanha do pará
  • avelã
  • amêndoa
  • nozes         
  • chá verde
  • ômega 3
  • água de coco
  • no mínimo 2 litros de água por dia

Alimentos excluídos:

  • glúten
  • lactose
  • alimentos industrializados
  • temperos prontos
  • sal
  • açúcar

Como treinar:

No treino, terá que diminuir um pouco a intensidade, priorizar o aeróbio e retirar qualquer tipo de suplemento na dieta.

Coloque sempre em mente que cada organismo é individual.

A dieta detox é algo sério e tem que ser vista individualmente. Cada um tem a sua genética e necessidades específicas. Então, por favor, não façam a loucura de entrar na primeira receita de detox que encontrarem e tentar colocar em prática.

O mais recomendado é procurar um especialista e pedir uma dieta para experimentar.

 Beijos.

.