Diabetes: 7 Cuidados essenciais com a alimentação!

São incontáveis os mitos quer cercam a alimentação das pessoas com Diabetes. Uns dizem que os diabéticos não podem comer carboidratos ou, muito menos, qualquer tipo de açúcar e até a carne vermelha perde seu lugar na mesa.

Não existe uma dieta padrão perfeita para todos os diabéticos, a dieta ideal, melhor dizendo, o plano alimentar é individual e varia de acordo com as características de cada diabético.

Um plano alimentar completo e fidedigno só pode ser oferecido ao paciente se ele uma consulta com um profissional qualificado, que observará os níveis glicêmicos e suas metas, hemiglobina glicada ideal, colesterol, peso, atividade física e suas preferências alimentares. Entretanto, algumas recomendações, que visam à qualidade de vida são iguais para todos diabéticos. Por exemplo, como fazer três refeições por dia intercaladas com pequenos lanches, evitar períodos de jejum, preferir por alguns alimentos saudáveis em detrimento de outros, importância do café da manhã e de ingerir as porções adequadas de cada grupo alimentar.

Agora, confira quais são esses 7 cuidados alimentares!

1- Arroz, Pães, Farinhas e Massas Integrais

Devidos a presença das fibras, os carboidratos complexos presentes nesses alimentos são digeridos mais lentamente, liberando a glicose em pequenas doses. Isso é benéfico para o diabético, que não terá picos de índice glicêmico quando comer esse nutriente. Além do fato, os produtos integrais melhoram a ação da insulina.

2- Leite Desnatado

Para reduzir o consumo de gordura, principalmente de colesterol, a recomendação é trocar leite integral por desnatado (se você for uma daquelas pessoas que não vivem sem o leite, porque caso contrário, leite não é a melhor fonte de cálcio) e preferir derivados mais magros, como queijo cottage, ricota, minas frescal. 

Atenção! Não caia no mito de que a versão desnatada do leite tem menos quantidade de cálcio e proteínas que a integral. Na verdade, você ingere apenas menos gordura e não perde os benefícios; servidos em uma mesma quantidade, terão exatamente a mesma quantidade de lactose e cálcio.

3- Carboidratos simples e Açúcar

Doces, pães e massas não precisam ser abolidos completamente da dieta do diabético. Entretanto, é preciso estar atento à quantidade em gramas de carboidrato a ser consumida, não necessariamente a fonte. Estou falando de equivalência, que no caso da Diabetes umas as gramas de carboidratos, que se transforma em glicose,como método de substituição.

“Os doces podem ser consumidos esporadicamente, atendendo a princípios rigorosos de quantidade e frequência e acompanhados de compensação de carboidratos”. No geral, uma dieta para diabéticos deve ser constituída 50% de carboidratos, como a dos demais indivíduos, claro que preferindomos carboidratos do bem.

Por isso, quando o portador de diabetes resolve comer um doce, deve reduzir o consumo de outras formas de carboidrato para manter a equivalência ou, no caso do dependente de insulina, aumentar a sua dose de insulina para aquela refeição, bolus correção.

4- Suco de Fruta Natural

Embora muito saudáveis, os sucos geralmente consomem mais de uma porção de  fruta, acaba sendo calórico e concentra mais gramas de carboidratos, por tenha cuidado ao escolher a fruta da vez.

A recomendação, portanto, é que as frutas sejam consumidas como tal, em lanches e sobremesas. Durante refeições, o ideal é evitar o consumo de líquidos ou optar pela água. E, se for usar sucos, dilua com água e utilize frutas com baixas concentrações de carboidratos ou frutas que rendem grandes quantidade, exemplo: limonada, maracujá, abacaxi, melão.

5- As Carnes: Qual a Melhor Escolha

Carnes Vermelhas

Dar sempre preferências aos cortes magros. São ricas em micronutrientes, como o ferro e a vitamina B12, já que as proteínas podem ser facilmente encontradas em carnes brancas e proteínas vegetais. Por isso, não só pode como deve ser consumida, mas evite as que possuem uma quantidade muito grande de gorduras saturadas, como filé mignon, picanha e contra-filé.

Peixes

São os mais indicados entre as carnes brancas. Os melhores são aqueles ricos em gorduras boas, como trutas, salmão e sardinha. Esses peixes, apesar de saudáveis, são muito calóricos e, por isso, as porções devem ser controladas e nunca preparadas fritas ou empanadas.

6- Não exagere na quantidade das porções

A pessoa com Diabetes pode até  estar fazendo uma dieta correta com alimentos saudáveis e diversificados, mas, pode estar exagerando na quantidade das porções e, ingerindo mais calórica que deveria, assim ao invés de perder peso pode estar ganhando.

7- Legumes e Verduras à Vontade

As hortaliças são ricas em fibras, vitaminas e minerais e  substãncias antioxidantes, os legumes e verduras são importantes à nutrição e à saúde de todas as pessoas, mais para os diabéticos, cuja dieta deve ser rica e variada nesses alimentos. A regra é colorir o prato e variar de acordo com da estação. Evite o sal como tempero e utilize ervas naturais na substituição.

Atenção: Batata, mandioca, milho, cará não são verduras e nem legumes, e sim, carboidratos!

E, sim! Diabéticos podem comer Beterraba.

Beijos. 

Priscilla Arruda

Publicado por

Dra. Priscilla Machado Arruda

Priscilla Machado Arruda Médica | Endocrinologia | Nutrologia Medicina Preventiva e Integrativa. Qualidade de vida. 📪 pri_fmachado@yahoo.com.br I 👻 pricambs 🌍 Tianguá - CE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s