A importância de cuidar do intestino e da microflora bacteriana

Existem milhares de espécies bacterianas que estão presentes principalmente no cólon, chamadas de “microflora bacteriana”.

Para entender melhor, temos que pensar que trato gastrointestinal é estéril quando nascemos, mas rapidamente desenvolve uma microflora intestinal que pode variar de acordo com o tipo de parto, a alimentação da criança, o uso de antibióticos, a dieta e a idade.

Cada sistema, órgão e célula humana do corpo utiliza combustível para funcionar e libera resíduos que são subprodutos do metabolismo deste combustível, sendo que a maior parte deles é depositada nos intestinos, principalmente no cólon, o canal crucial de eliminação do organismo.

Porém, não são apenas estes subprodutos do metabolismo que são eliminados através do tubo digestivo, mas também o grosso de todo o tipo de toxidade com a qual o organismo entra em contato.

Ou seja, se esse “lixo” não é eliminado de forma integral e regular através das fezes, ele automaticamente acaba sendo reabsorvido pela circulação sanguínea, poluindo e intoxicando ciclicamente todo o sistema.

Se há uma deficiência na incapacidade de eliminação dos resíduos por parte dos intestinos, isso pode gerar intoxicação crônica, sendo esta uma das origens de doenças fisiológicas.

Pesquisas comprovam que 95% de todas as doenças tem início neste órgão de eliminação, e por isso mesmo um dos passos mais importantes quando pensamos em desintoxicação é a limpeza do cólon e de todo o tubo intestinal.

Carregamos cerca de 4 a 5 quilos de matéria fecal tóxica dentro do cólon, e alguns casos registram 15 quilos, e temos que pensar que uma vez esticado, o intestino delgado mede de 6 a 9 metros, aproximadamente o tamanho de uma quadra de tênis! Ou seja, é essencial que ocorra uma evacuação de tudo, e sabemos que a maneira mais eficaz de medir a saúde dos intestinos é estudar a frequência das vezes em que vamos ao banheiro liberar essas fezes.

Se você é do tipo que “libera menos do que você come”, pode apostar que o seu intestino começa a acumular restos que deveriam estar sendo expelidos.

Para você ter uma ideia, o corpo humano transporta cerca de cem trilhões de microrganismos nos seus intestinos, sendo que cerca de trezentos a mil espécies diferentes vivem no intestinos, compondo a microflora intestinal.

Se a função primária do intestino é absorver água e nutrientes, o papel específico da microflora cólica residente na digestão é fermentar as substâncias ingeridas na dieta que não são digeridas no intestino delgado.

A fermentação ocorrida a partir disso proporciona energia às células do revestimento da parede do colon para melhorar a absorção de minerais e influenciar beneficamente o metabolismo dos lipídios e da glucose, no fígado.

Deste modo, fica claro que a microflora intestinal é essencial para que o mecanismo de proteção trabalhe em condições ótimas: sabendo que os prebióticos e probióticos trabalham para aumentar o número de bactérias benéficas ao nosso organismo, é de vital importância que mantenhamos os níveis desses nutrientes altos em nosso corpo.

O não equilíbrio bacteriano pode acarretar em uma série de distúrbios, como a síndrome do intestino irritável, inflamação intestinal, câncer no cólon, gastroenterite e disbiose.

A importância da microflora intestinal para a saúde e bem estar é extrema. Cada pedaço do nosso corpo precisa que tenhamos atenção especial para que tudo funcione da melhor forma. Precisamos comer bem, mas eliminar melhor ainda!

Publicado por

Dra. Priscilla Machado Arruda

Priscilla Machado Arruda Médica | Endocrinologia | Nutrologia Medicina Preventiva e Integrativa. Qualidade de vida. 📪 pri_fmachado@yahoo.com.br I 👻 pricambs 🌍 Tianguá - CE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s